Estranha Forma de Vida em reposição na RTP 2

efv1.jpg

Dois anos após uma estreia discreta em horário tardio, a série documental Estranha Forma de Vida regressou este Verão à televisão pública, numa oportuna reposição que pode ser vista, agora, na RTP 2, no horário nobre de 2ª a 6ª feira. Trata-se de «uma história da música portuguesa», contada a partir dos anos 30 do século XX até à actualidade.

A série, de 26 episódios e com versões específicas para rádio e para televisão, parte de uma ideia de Jaime Fernandes e começou a ser desenhada em finais de 2009, mas a produção só arrancou verdadeiramente em 2010 e prolongou-se ao longo de mais de dois anos. Tratou-se de um trabalho complexo, que envolveu a realização de entrevistas a quase centena e meia de protagonistas da história da música portuguesa: cantores, músicos, compositores, letristas, produtores, divulgadores, jornalistas e agentes, desde os mais antigos (Joel Pina, Carlos Menezes, Jaime Nascimento...) aos mais modernos (Boss AC, Rita Redshoes, Ana Bacalhau, Jorge Cruz...) e de todas as “áreas” musicais, do fado ao jazz.

Todos os episódios são ilustrados por imagens do Arquivo da RTP, algumas das quais absolutamente preciosas pelo ineditismo ou pela antiguidade. O valor histórico desta documentação resulta, também, do facto de, em muitos casos, essas imagens terem sido transmitidas uma única vez. Além destas imagens de Arquivo, todos os episódios incluem testemunhos de alguns dos grandes protagonistas da Música Portuguesa.

António Macedo, João Carlos Callixto e Viriato Teles assinam a maior parte dos textos do "roteiro" da série, que contou também com as participações de Henrique Amaro, João Gobern, Nuno Galopim, Nuno de Siqueira e Vitor Duarte Marceneiro. Da vasta equipa que concebeu e concretizou este projecto juntamente com Jaime Fernandes, é justo destacar o trabalho de produção de Eva Verdú e Paula Paiva e o empenhamento da equipa técnica da RTP.

Para a concretização desta Estranha Forma de Vida foram visionadas cerca de mil cassetes vídeo e mais de mil horas de imagens. Em contrapartida, para o Arquivo da RTP foram entretanto canalizadas cerca de 300 horas de entrevistas gravadas algumas das quais podem revelar-se de grande importância para a produção de Programas Especiais pela RTP.

Deste programa foram feitas duas montagens distintas: uma edição para Televisão, que estreou na RTP 1 em Setembro de 2011, e uma edição para Rádio, que estreou na Antena 1 em Novembro do mesmo ano. Do projecto inicial, fazia parte igualmente a edição deste documentário em dvd, o que ainda não se concretizou. Entretanto, a série encontra-se disponível, em versão integral para ambos os formatos, no portal da RTP.

Estranha Forma de Vida (Edição TV) | Estranha Forma de Vida (Edição Rádio)

Autoria e apresentação de Jaime Fernandes | Textos de António Macedo, Henrique Amaro, João Carlos Callixto, João Gobern, Nuno Galopim, Nuno de Siqueira, Vitor Duarte Marceneiro e Viriato Teles | Entrevistas por António Macedo e Viriato Teles | Pesquisa de Arquivo por João Carlos Calixto | Produção de Paula Paiva e Eva Verdú | © RTP 2011
Primeira apresentação da versão TV: de 21.Set.2011 a 4.Jul.2012 (RTP 1)
Primeira apresentação da versão Rádio: de 5.Nov.2011 a 2.Jun.2012 (Antena 1)

Mais sugestões de leitura

  • As voltas do professor Open or Close

    Há uns bons vinte anos, ele era o símbolo de tudo aquilo que não queríamos ver no poder. A candidatura de Freitas do Amaral à Presidência da Repúbica foi, sejamos claros, a última esperança dos velhos fascistas que ainda não se tinham adaptado à democracia. Na verdade, o confronto entre Mário Soares e Professor nas eleições presidenciais de 1986 foi marcado pela clarificação dos campos políticos que, bem ou mal, se afirmavam no terreno. E Soares, que começou a campanha apenas com o apoio de uma íntima fracção do PS, acabou por se sagrar Presidente, eleito pela Esquerda; ao passo que Freitas, apoiado em massa pelas forças da Direita, não conseguiu evitar a derrota na segunda volta.

    Para Consumo da Causa | 10.Mar.2005

    Ler Mais
  • Brancos costumes Open or Close

    Uma sondagem publicada na última edição do «Expresso» revela que a maioria dos portugueses é favorável à reciprocidade de direitos entre cidadãos nacionais e brasileiros, mas está contra a extensão do mesmo princípio aos africanos oriundos das antigas colónias.

    TSF | 8.Out.1997

    Ler Mais
  • Cantigas de antes e depois de Abril Open or Close

    «Grândola, vila morena / Terra da fraternidade / O povo é quem mais ordena / Dentro de ti, ó cidade...» Vinte minutos passados sobre a meia-noite, os versos iniciais da canção de José Afonso fizeram-se ouvir por todo o país. Através do programa Limite, a Rádio Renascença entrava para a história como a estação de rádio que transmitia a confirmação para a saída dos quartéis dos militares que se preparavam para derrubar a mais velha ditadura da Europa. Era o princípio do fim de 48 anos de um regime político obtuso, nascido entre gritos e lágrimas, mas destinado a terminar no meio de uma grande festa.

    Introdução a E Depois do Adeus, antologia de canções | 2007

    Ler Mais
  • Tanto caminho andado... Open or Close

    Polémico, por vezes contraditório, mas sempre corajoso e firme nas suas opções, José Carlos Ary dos Santos deixou um espólio de muitas centenas de canções que fizeram um pouco de história na música portuguesa.

    Se7e | 25.Jan.1984

    Ler Mais