Estranha Forma de Vida em reposição na RTP 2

efv1.jpg

Dois anos após uma estreia discreta em horário tardio, a série documental Estranha Forma de Vida regressou este Verão à televisão pública, numa oportuna reposição que pode ser vista, agora, na RTP 2, no horário nobre de 2ª a 6ª feira. Trata-se de «uma história da música portuguesa», contada a partir dos anos 30 do século XX até à actualidade.

A série, de 26 episódios e com versões específicas para rádio e para televisão, parte de uma ideia de Jaime Fernandes e começou a ser desenhada em finais de 2009, mas a produção só arrancou verdadeiramente em 2010 e prolongou-se ao longo de mais de dois anos. Tratou-se de um trabalho complexo, que envolveu a realização de entrevistas a quase centena e meia de protagonistas da história da música portuguesa: cantores, músicos, compositores, letristas, produtores, divulgadores, jornalistas e agentes, desde os mais antigos (Joel Pina, Carlos Menezes, Jaime Nascimento...) aos mais modernos (Boss AC, Rita Redshoes, Ana Bacalhau, Jorge Cruz...) e de todas as “áreas” musicais, do fado ao jazz.

Todos os episódios são ilustrados por imagens do Arquivo da RTP, algumas das quais absolutamente preciosas pelo ineditismo ou pela antiguidade. O valor histórico desta documentação resulta, também, do facto de, em muitos casos, essas imagens terem sido transmitidas uma única vez. Além destas imagens de Arquivo, todos os episódios incluem testemunhos de alguns dos grandes protagonistas da Música Portuguesa.

António Macedo, João Carlos Callixto e Viriato Teles assinam a maior parte dos textos do "roteiro" da série, que contou também com as participações de Henrique Amaro, João Gobern, Nuno Galopim, Nuno de Siqueira e Vitor Duarte Marceneiro. Da vasta equipa que concebeu e concretizou este projecto juntamente com Jaime Fernandes, é justo destacar o trabalho de produção de Eva Verdú e Paula Paiva e o empenhamento da equipa técnica da RTP.

Para a concretização desta Estranha Forma de Vida foram visionadas cerca de mil cassetes vídeo e mais de mil horas de imagens. Em contrapartida, para o Arquivo da RTP foram entretanto canalizadas cerca de 300 horas de entrevistas gravadas algumas das quais podem revelar-se de grande importância para a produção de Programas Especiais pela RTP.

Deste programa foram feitas duas montagens distintas: uma edição para Televisão, que estreou na RTP 1 em Setembro de 2011, e uma edição para Rádio, que estreou na Antena 1 em Novembro do mesmo ano. Do projecto inicial, fazia parte igualmente a edição deste documentário em dvd, o que ainda não se concretizou. Entretanto, a série encontra-se disponível, em versão integral para ambos os formatos, no portal da RTP.

Estranha Forma de Vida (Edição TV) | Estranha Forma de Vida (Edição Rádio)

Autoria e apresentação de Jaime Fernandes | Textos de António Macedo, Henrique Amaro, João Carlos Callixto, João Gobern, Nuno Galopim, Nuno de Siqueira, Vitor Duarte Marceneiro e Viriato Teles | Entrevistas por António Macedo e Viriato Teles | Pesquisa de Arquivo por João Carlos Calixto | Produção de Paula Paiva e Eva Verdú | © RTP 2011
Primeira apresentação da versão TV: de 21.Set.2011 a 4.Jul.2012 (RTP 1)
Primeira apresentação da versão Rádio: de 5.Nov.2011 a 2.Jun.2012 (Antena 1)

Mais sugestões de leitura

  • Eleições, mentiras e algum vídeo Open or Close

    O putativo futuro primeiro-ministro, Santana Lopes, foi à Televisão defender a evolução na continuidade que seria a sua nomeação, se o PR seguisse os conselhos do PSD e do CDS e não convocasse eleições antecipadas. Diz Lopes que Sampaio deve deixar governar a maioria parlamentar, nomeando-o para o cargo deixado vago por Durão Barroso. E apresenta como razão maior o facto de também Sampaio ter desistido a meio do mandato de presidente da Câmara de Lisboa, sem que tal obrigasse a novas eleições.

    Para Consumo da Causa | 7.Jul.2004

    Ler Mais
  • Tanto caminho andado... Open or Close

    Polémico, por vezes contraditório, mas sempre corajoso e firme nas suas opções, José Carlos Ary dos Santos deixou um espólio de muitas centenas de canções que fizeram um pouco de história na música portuguesa.

    Se7e | 25.Jan.1984

    Ler Mais
  • O sonhador de amigos Open or Close

    Um homem está debruçado sobre a cidade, sereno e tranquilo e atento a todas as imagens e às outras que não estão lá, e nos seus olhos há um sonho que se constrói com mãos e com alma, como é próprio das coisas belas. É um alguém urgente, de cabeça solta no delírio dos pássaros que estrebucham no rasto de loucos espalhado pela cidade à sua frente. Ali em volta rodopiam mulheres quase invisíveis de cabelos luminosos como nos poemas banais, e ouve-se um som ligeiro, definido apenas quanto baste para ilustrar as lembranças duradouras dos mundos todos que o homem traz dentro da cabeça.

    Movimentos Perpétuos
    Oficina do Livro 2003

    Ler Mais
  • Um disco, um estúdio, uma história Open or Close
    A imagem é um retrato quase banal: um homem e uma caixa de viola numa estação de comboios, um relógio onde ainda não são duas horas, um cartaz na parede com o mesmo homem e a mesma viola, gente normal em volta. O homem da viola é Sérgio Godinho, a estação, lê-se no painel de azulejo sobre a porta, é Campolide. Há 35 anos, o homem, a viola e a estação tornaram-se num disco com dez canções sem tempo.
    Notícias de Campolide | Set.2014
    Ler Mais