Sabor de Mar

vina94logo.jpg

Unable to embed Rapid1Pixelout audio player. Please double check that:  1)You have the latest version of Adobe Flash Player.  2)This web page does not have any fatal Javascript errors.  3)The audio-player.js file of Rapid1Pixelout has been included.

Música de Eduardo Paes Mamede | Letra de Viriato Teles | Voz de António Leal


À procura pelo mundo inteiro
Entre o mar a dor e o nevoeiro
Encontrei-te num momento
Que não cabia em nós
Inventámos melodias
Navegámos noite e dia
Descobrimos outra forma de estar sós

Para sul da terra prometida
Aprendemos artes proibidas
Recriámos as estrelas
De outra noite qualquer
No teu corpo marinheiro
Esse barco feiticeiro
Descobri outro sentido p'ra viver

E quem souber sonhar
Quem quiser cantar
Pode descobrir o luar
Cada maré sem vento
Em cada momento
Do teu olhar

Seja o que tem de ser
Sem nada a perder
Faz de conta que vou ganhar
Vale o que se tentou
Tudo o que se amou
O sabor do mar

Não importa o porto de chegada
Qual de nós é cais ou madrugada
Que certezas nos esperam
Nesta forma de ser
Entraremos na cidade
Eu e tu e a liberdade
Inventando o rumo que nos dá prazer

E quem souber sonhar
Quem quiser cantar
etc.

 
Canção participante no XXXV Festival Internacional da Canção de Viña del Mar (Chile) realizado em Fevereiro de 1994 e transmitido pela rede pan-americana de televisão Megavisión para uma audiência calculada de 300 a 500 milhões de pessoas em três continentes (Américas, Europa e Ásia). Não teve edição comercial.

{youtube}bv1g7UE4pM8{/youtube}

Apresentação ao vivo no Festival de Viña del Mar 1994 | Emissão Galavisión (mono)
Arranjos, orquestração e direcção de orquestra de Eduardo Paes Mamede
 

Sabor de Mar
Música de Eduardo Paes Mamede | Letra de Viriato Teles | Voz de António Leal
Maquete áudio original | Arranjos e produção de Eduardo Paes Mamede | © 1994
 

Mais sugestões de leitura

  • O novo fôlego do grupo que nunca o foiOpen or Close

    Há 40 anos nascia um dos projectos mais originais de sempre da música portuguesa: a Banda do Casaco, um grupo incatalogável que se transmudava em cada um dos sete discos que gravou e que deixou um contributo único e irrepetível na música portuguesa. A obra completa está finalmente reunida, numa edição muito apetecível.

    QI | Diário de Notícias | 30.Nov.2013

    Ler Mais
  • Pizza hurtOpen or Close

    Afinal, a tão comentada publicidade do ex-líder soviético às pizzas norte-americanas tem também uma versão televisiva, revelando-nos desconhecidas capacidades cinematográficas de Gorbatchov (...) Vários cidadãos russos foram também chamados a dizer de sua justiça a propósito do referido anúncio e da actuação do seu ex-presidente. As opiniões eram muitas e divergentes, mas ficou-me sobretudo a daquela jovem que dizia acreditar que, da próxima vez, Gorbatchov deveria dedicar o seu talento publicitário a uma qualquer marca de pensos higiénicos.

    TSF | 31.Dez.1997

    Ler Mais
  • Uma bibliografia da MPPOpen or Close

    Opúsculo editado em 2001 por iniciativa da organização do Festival de Música Popular Portuguesa da Amadora. A bibliografia seleccionada e as fichas de leitura apresentadas não pretendem ser uma selecção exaustiva, mas sim um conjunto de referências que permitam compreender a música popular Portuguesa, no seu sentido Tradicional e Contemporâneo.

    Música Popular Portuguesa: Uma bibliografia
    CMA 2001

    Ler Mais
  • Da importância de agitar a maltaOpen or Close

    Os dias e os meses que se seguiram à Revolução de Abril deixaram uma marca de empenhamento na música portuguesa que ainda hoje se faz sentir. A canção de intervenção revisistada por Joaquim Vieira no documentário "A Cantiga Era Uma Arma".

    A Cantiga Era Uma Arma
     RTP | Levoir | Público 2016

    Ler Mais