Algumas opiniões

Algumas notas críticas publicadas na Imprensa por ocasião do lançamento de Margem para Dúvidas:


Margem para Dúvidas é um manifesto onde se podem ler poemas de paixão, revolta, saudade e de utopia dum mundo mais solidário e mais humanista.
Carlos Duarte | O Ilhavense - 15.10.1999

Poemas que reflectem as vivências e a sensibilidade do autor.
José Salvador | Diário de Notícias do Funchal - 17.3.2000

Há neste livro viagens várias, mas o poeta não é, nunca é, o turista; ele investe no poema, sem margem para dúvidas, toda a força da sua paixão pela Terra e por quem a povoa.
José do Carmo Francisco | A Bola - 15.9.2001

(...) recusa a poesia de laboratório e de estirador, calculada e calculista.
José do Carmo Francisco | Notícias da Amadora - 5.7.2001

Mais sugestões de leitura

  • Por favor, leiam estes discosOpen or Close

    Quando editou «Por Este Rio Acima», no já longínquo ano de 1982, Fausto Bordalo Dias estaria longe de imaginar a verdadeira revolução que esse seu disco iria causar no universo da música portuguesa. (...) Falo da música, mas também da poesia (ao nível da melhor que em terras lusas se tem publicado) e, ainda, de um conceito estético que, na realidade, só depois de «Por Este Rio Acima» tomou forma definitiva: a Música Popular Portuguesa, entendida como uma forma de identidade cultural multi-expressiva e não, como pretendiam os seus detractores, como um modelo de uniformização formal.

    Grande Amadora | 2.Dez.1994

    Ler Mais
  • Entrevista a A CapitalOpen or Close

    Um autor português de 47 anos já não sabia muito bem onde estava o 25 de Abril e resolveu fazer «contas à vida». À sua e à de nós todos. Juntou pontos - e não só de interrogação -, fez cálculos, recuperou memórias, e, após ser desafiado por uma editora, pôs mãos à obra. O livro está desde hoje nas livrarias com o título Contas à Vida - histórias do tempo que passa. São vinte conversas com vinte personalidades da vida pública portuguesa que têm algo a dizer - e dizem! - sobre o 25 de Abril.

    Ler Mais
  • Cantando e Rindo - O humor na MPPOpen or Close

    Está comprovado cientificamente que o sentido de humor tem numerosos benefícios para a saúde física e mental dos humanos: «Quando rimos, há uma reacção química no nosso cérebro que proporciona uma sensação de bem-estar, clareza de ideias e uma atenuação da dor», explicam os médicos. O humor também reduz o stress e provou-se que dez minutos de gargalhadas têm sobre o nosso corpo o efeito de cem voltas numa máquina de exercícios de ginásio. Os cientistas afirmam ainda que algumas células do sistema imunitário são activadas com o riso, que também ajuda à sua reprodução mais rápida.

    Cantando e Rindo - O Humor na MPP
    CMA 2002

    Ler Mais
  • A cena do ódioOpen or Close

    Em Junho de 2004, um «concerto de música nacionalista» foi o pretexto para um encontro de skinheads numa skinhouse de Pinheiro de Loures, nos arredores de Lisboa. Uma situação que antecipámos na revista Focus, com esta reportagem que nos valeu alguns insultos e ameaças por parte dos animadores de um tal «fórum nacionalista» da internet.

    Focus | 16.Jun.2004

    Ler Mais